Páginas

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Confraternização de Fim de Ano e Amigo Secreto - 2014


Pra fechar o ano de 2014 com Chave de Ouro realizamos uma confraternização especial. Nesta, em que reunimos alguns dos amigos que estiveram presentes nos encontros do ano que se encerrava, realizamos um Cerveja Oculta, versão cervejeira do tradicional Amigo Oculto. Nessa variante, o mecanismo é o mesmo da brincadeira habitual. Faz-se o sorteio e trocamos os presentes. E é nos presentes que está a diferença, nesta versão, os presentes são todos cervejas!!!

Eu (Leandro), como organizador do evento e do TBC, dei inicio às atividades. Meu amigo sorteado foi o Rafael e o presenteei com a belga Orval. Cerveja esta que é produzida pela cervejaria trapista Brasserie d'Orval e se enquadra no estilo Specialty Ale.


"Então..quanto a orval, achei muito boa, mas não muito destacante. Uma cerveja com uma forte formação de espuma e bem firme. O aroma um pouco adocicado mas o sabor é levemente amargo com gosto pouco amadeirado. Seu sabor não se destaca muito, o que leva a agradar a mais gente.

Difícil de colocar no copo. Pois da muita espuma

E quando ao retrogosto.. Dependendo do tamanho da golada.. Vem o amargor mais forte

E algo que nunca vi... Nunca vi subir tanta bolha de um fundo de copo."


Seguindo a brincadeira, foi a vez do Rafael que teve como amigo secreto a Solana. Como presente, ele deu a cerveja mineira Wäls Petroleum, uma Russian Imperial Stout da cervejaria Wäls.


"Estoura igual champagne. Linda!!! 

A espuma é marrom e dura pouco. A consistência é idêntica ao óleo queimado do meu fusca. O sabor... 

Boa pra c******!!!!!"


A Solana, por sua vez, tirou o Vitor. Ela o presenteou com a Belgian Tripel da cervejaria mineira Peripécia.


"Que cerveja deliciosa. Uma cerveja bonita no copo coloração amarelo bem opaco com uma espuma espessa e sólida persistente.  Um médio amargor no começo e no retrogosto um adocicado lembrando baunilha aroma doce e fretado como uma trippel deve se comportar.

Espetáculo de cerveja!

Detalhe: quando a temperatura vai aumentando ela vai ficando mais doce"


Continuando a atividade, o Vitor tirou o Dudu. Ele deu de presente ao seu amigo oculto uma Coopers Best Extra Stout, uma Foreigh Extra Stout produzida pela cervejaria australiana Coopers.


"Muito boa, cerveja forte e licorada, bem escura e com espuma densa!!

Aroma suave, porém chama a atenção!!!

Sensacional, só tenho a agradecer pelo presente!!"


Girando a roda da brincadeira foi a vez do Dudu. Ele teve como amigo secreto a Nathália e deu de presente Schornstein Imperial Stout, uma Russian Imperial Stout da cervejaria catarinense Schornstein.


"Pouca espuma, aroma e gosto de café torrado. Leve amargor, bem encorpada... Verdadeira Stout!"


E a Nathália, por sua vez, me tirou! Ela deu dois presentes, o primeiro foi a Hi-5, uma Black IPA da cervejaria carioca 2cabeças. O segundo presente foi a Schneider Weisse TAP 7 Unser Original, uma German Weizen da cervejaria alemã G. Schneider & Sohn.


"Cerveja de cor marrom muito escuro, quase preta. Espuma bege de baixa formação, ficando apenas um anel depois de alguns instantes. Assim que o líquido atinge o copo, emerge um aroma de malte torrado, porém em alguns instantes o herbáceo do lúpulo sobressai. Na boca, o amargor do lúpulo é intenso, ainda são perceptíveis notas de malte torrado, maracujá e ameixa. Corpo médio. No retrogosto, o amargor persiste por algum tempo. Uma ótima cerveja, indico a todos que gostam de uma boa dose de lúpulo!"


"Cerveja apresenta uma coloração âmbar, diferente do que comumente vemos no estilo Weiss. Turva, com espuma longa e de rápida duração. O aroma é adocicado, remete a miolo de pão e banana. Na boca, uma cerveja bem leve. O sabor também é diferenciado, com forte presença do azedume do fermento que persiste no retrogosto. Final levemente amargo."


Ainda tivemos troca de presentes entre dois amigos que não participaram do "Cerveja Oculta", mas não quiseram ficar de fora da confraternização. O Plínio presenteou o Igor com uma SucurIPA, uma India Pale Ale da cervejaria paranaense Providência. E o Igor retribui presenteando-o com uma Schornstein Imperial Stout, uma Russian Imperial Stout da cervejaria catarinense Schornstein.


"Sensacional!


Forte amargor no retrogosto porém um pouco frutado e refrescante" (Igor Pedersoli)


E assim fechamos o ano de 2014. Um período de novas experiências cervejeiras, estreitamentos de laços de amizade e muitas alegrias. Que em 2015 possamos continuar nossa trajetória em busca de novas cervejas, sempre rodeados de amigos e munidos de alegrias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário