Páginas

domingo, 14 de setembro de 2014

Teresópolis na Rota Cervejeira do Rio de Janeiro


O amor do brasileiro por cervejas é indiscutível. O país é um dos maiores produtores de cervejas do mundo, com um volume anual produzido de cerca de 13,4 bilhões de litros, ficando atrás apenas de Estados Unidos e China. O que temos observado nos últimos anos é um refinamento dessa relação e uma busca por cervejas de melhor qualidade e diferentes sabores. As cervejas artesanais estão mais presentes em bares e supermercados, ocupando um espaço cada vez maior na cultura cervejeira nacional.


As cervejas artesanais brasileiras ganharam prestígio internacional, com rótulos figurando entre os melhores do mundo. São inúmeras as cervejarias espalhadas pelo Brasil. No Rio de Janeiro, a produção se concentra na Região Serrana, onde é importante não apenas para os apreciadores, mas também para a economia. O setor atualmente gera cerca de 3 mil empregos diretos e outros 20 mil indiretos na região.

Recentemente, o Ministro do Turismo, Vinicius Lage, e o Secretário Estadual de Turismo, Claudio Magnavita, estiveram na serra com o objetivo de conhecer o pólo cervejeiro e o projeto "Rota Cervejeira do Rio de Janeiro - Cervejas nas Montanhas". O projeto de turismo temático está sendo elaborado pela Associação Turística das Cervejas & Cervejarias do Rio de Janeiro (ACCERJ-TUR) e visa ligar os produtores de cerveja de cinco cidades da região. Além de Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Cachoeiras de Macacu e Guapimirim.

"A qualidade e o sabor de inúmeras cervejarias artesanais brasileiras ganharam fama e prestígio internacional. O desafio é incluir estas propriedades nos roteiros turísticos brasileiros, a exemplo do que aconteceu com o turismo das vinícolas." (Vinivius Lage, Ministro do Turismo)


A Rota Cervejeira quer oferecer aos turistas uma experiência de imersão nessa cultura e a formatação de um produto turístico, com um roteiro que inclui micros e grandes cervejarias e brewpubs (bares que produzem sua própria cerveja), além do Museu da Cerveja. Entre os destaques está a imponente Vila Saint Gallen, em Teresópolis. O projeto da Rota receberá um investimento de R$8 milhões do governo estadual, Sebrae e prefeituras. A expectativa é de receber 150 mil turistas por ano.



Vida Longa, Próspera e Ébria!



Fontes:
*http://odia.ig.com.br/odiaestado/2014-09-11/regiao-serrana-cria-rota-da-cerveja-para-atrair-turistas.html

*http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia/2014/08/ministerio-do-turismo-estuda-criacao-de-rota-cervejeira-na-serra-do-rio.html
*http://www.brasil.gov.br/turismo/2014/09/cervejas-artesanais-ganham-espaco-em-roteiros-turisticos

Nenhum comentário:

Postar um comentário